segunda-feira, 14 de outubro de 2013

ÁGUA movida a ENERGIA SOLAR!





 
  Exército inaugura poço artesiano movido a energia solar no RN

Obra beneficiará 32 famílias na cidade de São João do Sabugi, no Seridó.
Poço será primeiro a utilizar energia solar como sistema de abastecimento.

O mesmo sol que não dá trégua para chuvas alimentará a fonte de água de uma comunidade rural na região Seridó do Rio Grande do Norte. Como parte das obras de combate à seca, o Exército Brasileiro inaugura nesta sexta-feira (20) um poço artesanal movido a energia solar no Sítio Juá, localizado no município de São João do Sabugi. O Comando Militar do Nordeste tem a meta de instalar 200 poços artesianos na região nordestina
O poço do Sítio Juá será o primeiro dos poços que estão sendo construídos no Nordeste a utilizar a energia solar em caráter experimental. A obra beneficiará 32 famílias da comunidade rural. Antes da nova forma de abastecimento, os moradores precisavam buscar uma água de qualidade ruim nas proximidades ou aguardar a chegada dos carros-pipa trazidos pelo Exércio Brasileiro. O poço tem 60 metros de profundidade e uma vazão de 1.000 litros de água por hora.

O sol servirá como fonte de energia para movimentar a bomba hidráulica, armazenando água na cisterna com capacidade para 10.000 litros. O Exército acrescenta que a fonte de energia irá desonerar tanto a prefeitura da cidade quanto a população, fornecendo água de boa qualidade com baixo custo de operação e manutenção.

A perfuração e instalação de cada poço artesiano custa entre R$ 10 mil e R$ 30 mil, fora os custos adicionais para a construção da "edícula", que consiste na última fase da obra, onde uma estrutura é construída para abrigar o poço. Nessa área de 100 metros quadrados é levantada uma cerca com arame farpado, edificada uma casa de bombas, instalado o suporte para a caixa d´água e realizadas as instalações elétricas e hidráulicas, além das ligações e torneiras.

O valor de perfuração varia de acordo com a profundidade e o tipo do solo. Os sistemas de bombeamento podem ser elétricos, eólicos ou solares.

Até o momento 42 poços foram perfurados e instalados nos estados do Rio Grande do Norte (
CaicóEquador,  Lagoa Nova,Parelhas, São João do Sabugi, São José do SeridóRafael FernandesEncanto),Ceará (Crateús e Tauá) e Paraíba(JuazeirinhoSolânea e Cajazeirinhas).

No total, o Exercito Brasileiro vai perfurar e instalar 200 poços artesianos no Nordeste, dos quais 40 no RN, 40 no Ceará, 40 no Piauí, 40 na Paraíba e 40 na Bahia. As obras ficam por conta das cinco unidades militares diretamente subordinadas ao Comando do 1º Grupamento de Engenharia do Exército Brasileiro.

A inauguração do poço movido a energia solar de São João do Sabugi contará com uma apresentação da Banda de Música da Guarnição Militar de João Pessoa no Sítio Juá. A solenidade contará com a presença de autoridades militares e civis.


 
 




 

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

COMENTÁRIO SOBRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E PREVENÇÃO DE DESASTRES

Por Manoel Trajano
 
A sociedade e a imprensa precisa parar com essa hipocrisia de botar toda culpa da chuva e os estragos na cidade nos governantes e estes em São Pedro .Todos (exceto São Pedro) tem sua parcela de responsabilidade.A população é a primeira pela falta de educação de DIARIAMENTE jogar lixo na rua,entupir os bueiros,as sarjetas,os caminhos das drenagens pluvais,a Prefeitura tem seu papel de garantir novas obras,ampliações e MANUTENÇÃO da infra-estrutura(papel da SUCOP,ex-SUMAC)preventivamente e não corretivamente e com qualidade e numero de pessoas adequados com tempo de resposta bem mais curto do que a longevidade atual.Nossas cidades são... inchadas,mal ou não planejadas,vivem em função de Verão e tratam as tragedias individuais e coletivas como coisas passageiras e que caem no esquecimento.Pessoas mal educadas que constroem rampas de garagens obstruindo o fluxo da agua na ruas,fazem "gatos" sem orientação tecnica adequada e não contam com orgaos omissos fiscais que deveriam atuar PREVENTIVAMENTE mas carecem de interesse politico e de quadro de funcionarios por atrativos remuneratórios vergonhosos.Lixos nas encostas,lixos nas ruas e córregos,não se tem educação e a culpa é unicamente do excesso de chuva.São Pedro nada tem a ver com isso,até pq a Natureza atua independentemente da vontade humana e o homem as vezes bota desculpa no aquecimento global como se as consequencias de hoje fossem do que fizemos ontem(na cronologia da Terra o ontem se refere as ultimas decadas,ultimo seculo,um dia destes...).Vamos parar com isso! Numa cidade em que não se tem UMA CAMPANHA PUBLICA pela coleta seletiva.a população não tem moral para reclamar de nada,até porque está pensando na proxima "lavagem",em que beco com que banda. Me deixe viu...

Manoel Trajano é Eng.Especialista em Segurança do Trabalho e Gás Natural

EDUCAÇÃO AMBIENTAL E PREVENÇÃO DE DESASTRES

Por Manoel Trajano*
 
A sociedade e a imprensa precisa parar com essa hipocrisia de botar toda culpa da chuva e os estragos na cidade nos governantes e estes em São Pedro .Todos (exceto São Pedro) tem sua parcela de responsabilidade.A população é a primeira pela falta de educação de DIARIAMENTE jogar lixo na rua,entupir os bueiros,as sarjetas,os caminhos das drenagens pluvais,a Prefeitura tem seu papel de garantir novas obras,ampliações e MANUTENÇÃO da infra-estrutura(papel da SUCOP,ex-SUMAC)preventivamente e não corretivamente e com qualidade e numero de pessoas adequados com tempo de resposta bem mais curto do que a longevidade atual.Nossas cidades são... inchadas,mal ou não planejadas,vivem em função de Verão e tratam as tragedias individuais e coletivas como coisas passageiras e que caem no esquecimento.Pessoas mal educadas que constroem rampas de garagens obstruindo o fluxo da agua na ruas,fazem "gatos" sem orientação tecnica adequada e não contam com orgaos omissos fiscais que deveriam atuar PREVENTIVAMENTE mas carecem de interesse politico e de quadro de funcionarios por atrativos remuneratórios vergonhosos.Lixos nas encostas,lixos nas ruas e córregos,não se tem educação e a culpa é unicamente do excesso de chuva.São Pedro nada tem a ver com isso,até pq a Natureza atua independentemente da vontade humana e o homem as vezes bota desculpa no aquecimento global como se as consequencias de hoje fossem do que fizemos ontem(na cronologia da Terra o ontem se refere as ultimas decadas,ultimo seculo,um dia destes...).Vamos parar com isso! Numa cidade em que não se tem UMA CAMPANHA PUBLICA pela coleta seletiva.a população não tem moral para reclamar de nada,até porque está pensando na proxima "lavagem",em que beco com que banda. Me deixe viu...



Manoel Trajano é Eng.Especialista em Segurança do Trabalho e Gás Natural
+55-71-9155-0556/8800-7713
e-mail/Gtalk :trajanomanoel@gmail.com
Msn: engmtrajano@hotmail.com
Twitter: http://twitter.com/manoeltrajano
Site: http://stv-engenharia.blogspot.com
Currículo Lattes:http://lattes.cnpq.br/8895443035893319