domingo, 23 de janeiro de 2011

Empresa faz descarte ilegal de detritos no Rio Ipitanga.




Que absurdo!!!
Está cada vez mais difícil de acreditar que esse país tem jeito!

Abraços,
 
Márcio.

 

 


Os veículos foram lacrados pela Polícia Militar e um inquérito foi aberto pela 23ª Delegacia  
A empresa Litoral Limpeza Industrial foi embargada nesta sexta-feira (21) pela prefeitura de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), acusada de praticar crime ambiental. Técnicos da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SMARH) flagraram o descarte de efluentes "in natura" no rio Ipitanga. De acordo com a pasta, que já investigava o esquema, a ação era realizada diariamente, por pelo menos quatro caminhões pipas com capacidades de oito mil litros cada, até cinco vezes ao dia. Os dejetos eram descartados no rio por dois pontos dentro da área da empresa, localizada no bairro do Caji. Cada despejo representava uma economia de 40 reais para a empresa, taxa cobrada pela Embasa para receber e tratar os dejetos. Como o rio Ipitanga é afluente do Joanes, a descarga de 160 mil litros diariamente atingia a localidade de Buraquinho. O Instituto de Meio Ambiente (IMA) registrou 45 mil unidades de coliformes fecais por 100 ml de água no Joanes, tornando a praia da sua foz imprópria para banho. Os lançamentos dos limpa-fossas, além de impactar o meio ambiente, representam perigo para a população que vive próximo aos maiores rios de Lauro de Freitas, pescadores e marisqueiras. A lei prevê para este tipo de crime ambiental detenção de até cinco anos, sem direito a fiança.

 



Enviado por Maria Luiza/BA



Nenhum comentário: