terça-feira, 13 de outubro de 2009

RECICLAR É PRECISO,COMEÇANDO EM CASA

O que fazer com o lixo que você produz

A coleta, destino final e tratamento de resíduos ainda ressentem-se da falta de uma legislação ambiental abrangente que as discipline. Este é, sem dúvida, um dos motivos que transformaram o lixo em um dos grandes problemas ambientais das grandes cidades e dos municípios brasileiros. O Brasil produz 140 mil toneladas de resíduos sólidos urbanos (lixo) por dia (IBGE 2008) e apenas 12% de todo o resíduo é reciclado (Cempre 2008).
Os lixões são o destino da maior parte desses resíduos e o volume de lixo acumulado emite cada vez mais gases do efeito estufa. É preciso ter menos lixo e só enviar para os aterros os materiais que não podem ser reciclados. Vamos seguir as regras dos 3 Rs - reduzir, reutilizar e reciclar.Como a maioria das pessoas não consegue reaproveitar todo o lixo gerado, é importante que haja o cuidado de repassar esse lixo a quem possa fazer uso dele. Uma maneira é se informar sobre programas de coleta seletiva na sua região.
Em alguns casos basta separar os recicláveis (papel, plástico, alumínio, etc) dos não-recicláveis (restos de carne, frutas, verduras e outros alimentos) e, assim, o lixo a ser reciclado será levado para centrais de triagem. Outra opção são as cooperativas de reciclagem. Caso haja uma perto da sua casa, verifique o seu sistema de funcionamento.
Informe-se sobre cooperativas, sucateiros e indústrias recicladoras que podem receber materiais recicláveis: recicloteca.org.br
Fonte: MMA - Ministerio do Meio Ambiente

Nenhum comentário: