segunda-feira, 26 de outubro de 2009

PARA QUEM PENSA EM FAZER POÇO ARTESIANO,UM ALERTA!

Metais pesados


Metais pesados como o chumbo e mercúrio, coliformes fecais e hidrocarbonetos do petróleo são uma ameaça à saúde da população que utiliza água de poços artesianos em Salvador. A Empresa Baiana de Águas e Saneamento – Embasa – faz esse alerta baseada em estudos desenvolvidos pelo Departamento de Geologia e Geofísica Aplicada da Universidade Federal da Bahia e análises do laboratório da empresa.


Os estudos constataram contaminações diversas. As águas das chuvas arrastam para o aquífero freático da capital, substâncias químicas como amônia e ortofosfatos presentes em produtos utilizados pela população como saponáceos (da natureza do sabão), detergentes e inseticidas. Em poços próximos a postos de gasolinas, oficinas e garagens de ônibus, foram encontrados hidrocarbonetos de petróleo (benzeno, tolueno, etilbenzeno, xileno e hidrocarbonetos poliaromáticos).


Além disso, de acordo com as análises feitas por instituições como o Ceped, Senai/Cetind e pelo laboratório da Embasa a maioria destes poços contaminam por matéria orgânica, alcançando índices que extrapolam os limites de potabilidade da água. A formação geológica de Salvador permite acomodação de água próxima a superfície.


A legislação determina que as águas de poços artesianos não podem ser interligadas à rede pública, nem serem misturadas à água tratada em reservatórios. Os riscos estendem-se a todas as áreas urbanas do estado, por isso não é recomendado o uso de poços rasos, cacimbas e fontes.
Para quem deseja utilizar a água com economia e sem desperdício a Embasa recomenda a utilização da medição individualizada em prédios e condomínios, assim, quem consome mais paga mais.


O professor Sérgio Augusto de Morais Nascimento, do Instituto de Geociências da Ufba, publicou estudo da Qualidade da Água do Aquífero Freático nas Bacias dos Rios Lucaia e Baixo Camurujipe( informa a assessoria da Embasa)

Fonte:http://blogdoriovermelho.blogspot.com

Nenhum comentário: