quinta-feira, 8 de outubro de 2009

CLIMA GLOBAL - ENCONTRO NA CALIFÓRNIA/EUA

Meio-Ambiente: Governadores brasileiros discutem Clima Global na Califórnia


Encontro destaca a importância da participação dos estados subnacionais para as articulações internacionais Articular estados, províncias e regiões a governos federais no desenvolvimento de soluções para os problemas ambientais.Esta proposta mobilizou cerca de 1.500 líderes do setor público e privado, que estão reunidos em Los Angeles, Califórnia, para a Segunda Cúpula dos Governadores sobre Clima Global. Minas Gerais, Pará, Mato Grosso, Amazonas e Acre representam o Brasil no evento, considerado um preparatório para o Fórum Mundial sobre Mudanças Climáticas, quando espera-se que a ONU reconheça a importância da atuação de interlocutores subnacionais no próximo acordo climático internacional.

Durante a abertura oficial do encontro, que aconteceu ontem (30) - e segue até sexta-feira (02), foram apresentadas metas pelas quais devem estar unidos não apenas Governadores, mas também representantes da comunidade científica, empresários e organizações civis. Estimular o crescimento econômico e a criação de empregos ?verdes?, reduzir a dependência de combustíveis fósseis e promover, ao mesmo tempo, energias limpas, buscando diminuir as emissões de gases poluentes que causam o efeito estufa, são as diretrizes, que guiarão os cerca de 30 workshops e painéis da programação.

Entre eles, a apresentação ?Estratégias energéticas para uma economia verde?, conduzida pelo Governador do Estado de Minas Gerais Aécio Neves, à convite do Governador da Califórnia, Arnold Schwarzenneger. ?Tenho certeza de que veremos aqui muitos exemplos de como os estados têm contribuído para que seus países encontrem caminhos para o desenvolvimento sustentável.É preciso que os estados sejam ouvidos pelos governos centrais para que, juntos, com ações complementares, se possa enfrentar com mais eficiência os problemas causados pelas mudanças climáticas?, sinalizou Aécio Neves.

Ainda serão debatidas as implicações das mudanças climáticas na saúde pública, propostas para o problema do transporte, manejo de recursos hídricos e florestais, bem como inovações tecnológicas que podem gerar novas oportunidades para a indústria e a agricultura. A expectativa é de que a troca de experiências estimule novas parcerias, a exemplo do acordo de cooperação entre os estados americanos, quatro estados brasileiros (PA, AM, AP e MT) e dois indonésios (Aceh e Papua), representando os maiores estados do mundo com áreas de floresta tropical, com o objetivo de lutar contra o desmatamento, firmado na Primeira Cúpula dos Governadores sobre o Clima Global, noano passado.Já os outros governadores brasileiros presentes, Ana Julia (PA), Carlos Eduardo Braga (AM), Blairo Maggi (MT) e Arnóbio Marques Almeida (AC), apresentarão seus projetos no painel intitulado ?Soluções Florestais: Protegendo os pulmões de nosso planeta".

Nenhum comentário: