quinta-feira, 23 de julho de 2009

ESTATÍSTICA - VISITA NOS BLOGS DA REDE CEIA - ATUALIZADO EM 22/07/09

Caso não visualize,clic uma vez na figura.
Os dados variam conforme busca por temas/postagens ou digitando diretamente o link do site.As datas de criação também influenciam no tempo de exposição do Blog até o presente momento,associada a sua divulgação,conhecimento e assimilação pelos visitantes.
A Direção

terça-feira, 14 de julho de 2009

VIDEO SOBRE CONSEQUENCIAS AMBIENTAIS DO NOSSO CONSUMISMO


Pessoal,

Material muito bom!! Especilamente para pessoas que ministram treinamentos!!

O documentário tem uns 20 minutos, mas vale a pena. Prefira a versão dublada da UOL, pois baixa mais rápido.

Este vídeo mostra os problemas sociais e ambientais criados como consequência do nosso hábito consumista, apresenta os problemas deste sistema e mostra como podemos revertê-lo, porque não foi sempre assim.

http://www.sununga.com.br/HDC/

Mensagem enviada pela colega Técnica de Segurança e de Higiene Ocupacional Mariana Neves/BA


segunda-feira, 13 de julho de 2009

Faltam profissionais para créditos de carbono

Autor/Fonte: Paraná Online/Sindcomb Notícias
Data: 8/7/2009


(Oportunidades - Engenheiros, Advogados, Especialistas na Área Financeiras e outros)

Faltam profissionais para créditos de carbono


Uma boa oportunidade para quem não sabe que área seguir após sair da faculdade é o mercado de créditos de carbono. Isto porque, segundo a Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Carbono (ABEMC), a demanda é grande e faltam profissionais qualificados em todo o País.

O mercado de crédito de carbono pode empregar diversos profissionais, mas engenheiros (tanto químicos como mecânicos ou de produção), advogados e especialistas na área financeira são os mais procurados. Todos devem fazer uma pós-graduação na área de crédito de carbono, uma vez que não há ainda faculdades de graduação específicas para o assunto, e ter conhecimento não só de meio ambiente, mas também de aspectos socioeconômicos.

O vice-presidente da ABEMC, Nuno Cunha e Silva, explicou que as cerca de 30 empresas brasileiras que atuam no desenvolvimento de projetos na área de crédito de carbono buscam pessoas qualificadas de fora do país.

Segundo ele, apesar de ser uma área recente no Brasil, a atividade está em expansão, pois enquanto há dois anos os projetos destas empresas eram desenvolvidos por inteiro na Inglaterra, agora somente a parte da comercialização é que está sendo feita fora do Brasil. Mas ainda assim persiste a carência de profissionais. “Nós até instalamos um local de treinamento na PUC do Rio de Janeiro (Pontifícia Universidade Católica do Rio) para treinar profissionais”, contou.

Na região de São Paulo, a área de crédito de carbono se desenvolveu bastante no setor sucroalcooleiro. Na região Sul, há projetos para as termelétricas e para o setor de suinocultura.

Para Silva, a área de crédito de carbono tem tudo para crescer cada vez mais. “Acreditamos que após 2012 o mercado vai se desenvolver ainda mais e vão surgir novos cursos de pós-graduação”, disse.

O profissional que quiser seguir carreira no setor deve, primeiramente, ter inglês fluente, pois todos os projetos são desenvolvidos nesta língua. O salário varia muito, segundo a ABEMC, de acordo com a empresa ou o projeto a ser desenvolvido, e pode variar de R$ 4 mil a R$ 12 mil, chegando em alguns caso a R$ 20 mil.

Fonte: Paraná Online/Sindcomb Notícias, junho/09

http://www.gasnet.com.br/conteudos.asp?cod=6791&tipo=Artigos&categoria=1

BLOGS DA REDE CEIA

IRMÃOS DE LUZ - ESPIRITUALIDADE E MENSAGENS DE CONFORTO ESPIRITUAL http://irmaosdeluz.blogspot.com

SEGURANÇA - PRESERVAÇÃO DA VIDA HUMANA EVITANDO ACIDENTES
http://trajanoengseg.blogspot.com

MEIO AMBIENTE - EDUCAÇÃO E CONSCIÊNCIA
http://terraambiental.blogspot.com

PAZ E TOLERANCIA RELIGIOSA
http://africapaz.blogspot.com

LETRAS QUE NOS DIZEM ALGO
http://letrasquemarcam.blogspot.com

VERSUS PIRATARIA - COMBATENDO A PIRATARIA PELA EDUCAÇÃO,INFORMAÇÃO E ESCLARECIMENTO
http://versuspirataria.blogspot.com

CEIA - CENTRAL DE EDUCAÇÃO,INFORMAÇÃO E ASSISTÊNCIA - EDUCAÇÃO,CIDADANIA,SOLIDARIEDADE,INFORMAÇÃO E SEUS DIREITOS
http://ceianet.blogspot.com

FIOS E TELEFONES USADOS VIRAM ARTE RECICLADA!

Observe rapidamente....

O artista se chama Jean-luc Cornec, e as ovelhas encontram-se no Museu de Comunicações em Frankfurt/Alemanha. Cada uma delas é feita de telefones e fios. Repare nas patas !!

Que criatividade!





























Mensagem enviada pela amiga Glória Mariani/PR-BA

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Qualidade de vida é a arte de viver em paz, o indivíduo consigo mesmo, com a natureza e com a sociedade.


Hoje sabemos que o ambiente que devemos preservar começa dentro de cada um de nós e vai, gradativamente, envolvendo e integrando todos os demais ambientes que nos cercam.
Na realidade, ele se inicia por algumas escolhas que fazemos diariamente, como ingestão de alimentos que não são saudáveis, transmissão e recepção de informações poluídas, consumismo exacerbado, etc, até chegar na poluição dos espaços em que vivemos.

Cada decisão que tomamos interfere num contexto global desencadeando uma reação, que apesar de ter sua abrangência total desconhecida, é um fato hoje provado pela física moderna. Não precisamos ir muito longe para percebermos que algumas ações têm conseqüências mais desastrosas e rápidas que outras, na maioria das vezes irreversíveis.

Prevenção é a palavra-chave que define qualidade de vida. Mas eu gostaria de ampliar este conceito acrescentando outras palavras: preservação e precaução. Pois Deus, quando criou o homem, "anexou um programa" que seria uma espécie de "manual de instrução" chamado instinto, que acabamos por deletar.
O instinto nos animais lhes diz o que têm que fazer. O homem, no decorrer de seu processo de "evolução", perdeu parte deste instinto e, ao contrário dos homens de outras épocas, nenhuma tradição lhe diz mais o que deve fazer. E agora ele parece não saber ao certo o que é que realmente quer fazer.

O homem se tornou muito vulnerável ao marketing que massifica comportamentos e consumismos, e que muitas vezes é um agente que extermina o equilíbrio e a saúde do planeta. Não adianta aqui, discutirmos o por que, e acharmos o culpado, não creio neste retorno, mas podemos aprender com os conhecimentos da ciência moderna, como, por exemplo, tomarmos consciência deste novo contexto e nos comprometermos pessoal e socialmente com a preservação, prevenção e promoção do bem-estar e do equilíbrio da vida no Planeta Terra.

Só assim teremos pessoas saudáveis gerando empresas e sociedade equilibradas, com ambientes harmoniosos onde o respeito, a diversidade, a criatividade, a colaboração e a motivação são ferramentas que surgem, natural e espontaneamente, a partir do comprometimento pessoal com a Qualidade de Vida, que é a fonte geradora de auto-estima, autoconfiança, autopreservação, autocontrole e felicidade.

Artigo de Leila Navarro - http://www.leilanavarro.com.br/index.php
Mensagem enviada por Débora Linheiro/BA